Com salário atrasado, trabalhadoras/es da Associação Paranaense de Reabilitação aprovam paralisação

0
563

As/os trabalhadoras/es da Associação Paranaense de Reabilitação (APR) aprovaram, na manhã dessa segunda-feira (12), a paralisação parcial das atividades no Centro Hospitalar de Reabilitação (CHR) Ana Carolina Moura Xavier. A APR, que tem 61 funcionários (entre eles seis psicólogos) lotados no CHR, vem atrasando o pagamento do salário desde o mês de abril e do vale refeição e vale transporte desde o mês de julho. Os valores das férias e de rescisões recentes também não foram repassados. Em assembleia, aproximadamente 30 trabalhadoras/es decidiram pela paralisação de duas horas diárias, sendo uma na parte da manhã e outra, à tarde.

Participaram da assembleia representantes do Sindicato dos Psicólogos do Paraná (Sindypsi PR), do Sindicato dos Assistentes Sociais do Paraná (Sindasp-PR), Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais do Paraná (Sinfito-PR), Sindicato dos Fonoaudiólogos do Paraná (Sinfopar) e do Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado do Paraná (Senalba-PR).

Não é a primeira vez que as/os funcionárias/os do CHR e da APR enfrentam o repasse tardio de salários. No final de 2014, as categorias realizaram uma greve contra os constantes atrasos.

Entenda o caso

De acordo com informações dos sindicatos envolvidos, o convênio entre a APR e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) foi encerrado em julho, o que alterou a forma de pagamento: antes, o repasse era realizado conforme um plano de trabalho; agora, são feitos pagamentos administrativos avulsos. A associação responsabiliza o Estado do Paraná pelos atrasos e assegurou que o pagamento será realizado até a quinta-feira (15).

A Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná (Funeas), entidade pública de direito privado, deve assumir a gestão do CHR nos próximos dias, o que deve deixar a situação dos trabalhadores ainda mais delicada. Ainda não há informações precisas sobre o futuro das/dos funcionárias/os.

Agenda de paralisações

As/os trabalhadoras/es da APR vão realizar duas paralisações por dia. Na parte da manhã, as atividades serão suspensas das 10h10 às 11h30. À tarde, a paralisação será das 13h50 às 15h10. O Sindypsi PR estará presente para auxiliar as/os trabalhadoras/es no movimento.

Sem comentários

Deixe uma resposta

*